Jesus, Fonte de Sabedoria

O melhor louvor é aquele que é realizado o tempo todo, 24 horas por dia.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Tragédia em Santa Maria


242 mortos
242 almas perdidas
242 motivos para deixar Deus entristecido.
Ouvi um comentário hoje: “gente não morra hoje porque tem tumulto no inferno, chegaram 240 de uma só vez, lá deve tá um inferno”.
Que ridículo, que comentário beirando ao insuportável, inaceitável e doentio. A pessoa que comentou é cristã e os ouvintes também o eram.
Nas redes sociais vi pessoas comentando: “se estivessem na igreja ou em casa não estariam mortos”.
Diante de manifestações de falta de amor como essas, não podemos deixar de lembrar que todas as pessoas que morrem sem salvação, foi porque um cristão falhou no sua missão de reconciliador, na sua missão de fazer discípulos e pregar nos quatros cantos da terra.
Quando não pregamos, não demonstramos amor, temos que ser imitadores de Deus, imitadores do Deus que amou o mundo inteiro e morreu para servir como Cordeiro que tira o pecado, derramando seu sangue para selar uma nova aliança e reconciliar o Pai com os filhos, somos portadores dessa mensagem.
Todo ser humano, quer ele festeiro, amantes da sensualidade, das bebedeiras ou um assíduo pecador veio de Deus. Há um espírito no homem que não se formou da união de seus Pais biológicos, o nosso espírito foi soprados em nós pelo Próprio Criador com Seu sopro de vida.
As pessoas que não nasceram de novo não são nossas inimigas, nossa luta não é contra carne ou sangue e sim contra o mal que quer conduzir as pessoas. O mau veio para roubar, matar e destruir, se tem pessoas sendo mortas é porque não estamos lutando direito e a igreja está deixando de saquear o inferno.
“As portas do inferno não prevalecerão contra a igreja”. Isto foi dito no sentido que a Igreja esta forçando a porta e ela, a porta, não suportará a investida da igreja. As portas se abrirão e a igreja entra saqueando o inferno, isto é, retirando as pessoas do domínio do mau. Mas não é isso que tem acontecido, poucos se concentram em retirar as pessoas do domínio do opressor. Somos nós os responsáveis em retirar as pessoas de ambientes perigosos.
As igrejas estão se distanciando umas das outras e não faltam críticas e insultos no meio cristão. O inferno tem até sentido um alívio porque os cristãos não tem o perturbado com frequência.
Nos nossos cultos atuais, temos ouvido o quanto somos vencedores, o quanto somos herdeiros, que já fomos abençoados com toda sorte de bênçãos, que temos que determinar nosso futuro, tudo muito bonito e até bíblico. Pessoas são lembradas em todos os cultos que devem fazer um sacrifício de fé para conquistar algo material.
Somos orientados a fazer planos e entregar na mão de Deus, para sermos alcançados pelo efeito da Graça divina.
Perdemos muito tempo buscando coisas para nós mesmos e concentramos em ter o melhor dessa terra. Esquecemos que o melhor dessa terra são as pessoas e que uma alma vale mais que o mundo inteiro para Deus. Se temos a visão do Pai e somos realmente imitadores dEle, as almas deveriam valer mais que qualquer coisas para os cristãos.
Afinal de contas se temos fé verdadeira, não deveríamos buscar coisas para nós, porque devemos buscar primeiro o Reino de Deus e sua justiça que as demais coisas nos serão acrescentadas como recompensas. Devemos amar ao Pai acima de tudo e depois as pessoas como Cristo nos amou, assim como está escrito: Dois principais mandamentos. A igreja não tem cumprido seu papel como deveria e a responsabilidade por cada pessoa que morre sem salvação recaem sobre nossos ombros. Se um traficante, homicida, um obsceno ou qualquer pessoa que você não suporta, critica, ou tem preconceito falecer e você teve a oportunidade de lhe mostrar o caminho e não o fez por se achar em outro nível e é melhor que ela, pode se considerar cobrado por Deus e fique sabendo que você não é tão bom assim.
Quem fez um comentário assim se arrependa. Deveríamos estar chorando pelos familiares, pelas vidas perdidas, se desculpando por não termos feito nada a tempo.
Temos a chance de fazer direito. Podemos cumprir nosso chamado, pregando e fazendo discípulos.  Mostrando o caminho que leva a vida eterna com amor e compaixão pelas pessoas que foram feitas pelo mesmo criador que nos fez também.

II CORINTIOS  (cap. 5)·
18 Mas todas as coisas provêm de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Cristo, e nos confiou o ministério da reconciliação;
19 pois que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões; e nos encarregou da palavra da reconciliação.

Vagner Vieira