Jesus, Fonte de Sabedoria

O melhor louvor é aquele que é realizado o tempo todo, 24 horas por dia.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

O diabo deseja sua obediência.



                 A Quem Obedecemos?


Em Deuteronômio 28:02 ao 13 são promessas ao povo de Deus, grandes promessas, que são exaustivamente buscadas pelo povo de Deus. Realmente essas promessas são para o povo de Deus, são para nós herdeiros e feitos filhos de Deus. “Mas buscai primeiro o Reino de Deus e sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas” 
Mateus 6:33



Existe uma busca, “o reino de Deus e sua justiça” as bênçãos são acréscimos. Acréscimos para os obedientes. O acréscimo nunca é o principal, no contexto o principal é buscar o reino e sua justiça e as demais coisas vem naturalmente porque é um acréscimo a obediência(Deuteronômio 28:2). Como também é em Deuteronômio 28:01, seja obediente e tome posse do que já é seu por direito legal, herdado quando o testador morreu, o Cristo que nos deu novo testamento, uma nova aliança. Nesta nova aliança nos tornamos povo de Deus resgatado, redimidos, perdoados, justificados, e mais, somos chamados de filhos do dono de Tudo.
Efésios 1:3, “Bendito o Deus Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais”. 
Espiritualmente tomamos posse quando espiritualmente nos moldamos no modelo estabelecido por Deus, escolhemos viver no sobrenatural quando iniciamos com a obediência.
Jesus não veio a Terra nos trazer coisas, prata, ouro, riquezas, Ele veio nos trazer Salvação, as outras coisas são acréscimos contidos na quebra de maldição, quando Cristo se fez maldito por nós.
A Palavra é a verdade, e nós não conseguimos mudar o conteúdo, o significado, o contexto, as intenções nem mudando ou manipulando as interpretações da Palavra de Deus. A Palavra é verdadeira e única.
O homem tem escolhas, a Bíblia deixa-nos a vontade neste sentido, podemos escolher sermos abençoados ou amaldiçoados.
Desfrutarmos dessas bençãos que já são nossas ou participarmos das maldições que também foram prometidas ao povo de Deus(Deut. 28, verso 15), tudo depende do homem. Jesus mesmo dizia “...escolha pois a bênção”.
Em Deuteronômio 28 verso 01 é iniciado dessa forma: “E SERÁ que, se ouvires a voz do Senhor teu Deus,...” ( se vamos dar ouvidos para recebermos as promessas, é escolha nossa).
Nos versos 14 e 15 nos ensina a não desviarmos, darmos ouvidos a Voz de Deus e a fazermos todos os mandamentos e estatutos. (se fazemos isso, é escolha nossa). Não é questão de busca e sim de escolha.
O primeiro mandamento de Deus é amá-Lo sobre todas as coisas, se O amamos escolhemos obedecer e a obediência é a chave de tudo.
Deus em Deuteronômio 28:01 disse em outras palavras: Se vocês, meu povo, escolherem me ouvir (obedecer) … Eu te exaltarei sobre todas as nações.
Veja como a Bíblia Viva Paráfrase coloca muito bem este versículo: “SE OBEDECEREM fielmente a todos estes mandamentos do Senhor nosso Deus- a todas leis que estou transmitindo- Deus fará de vocês a maior nação do mundo! 1-2 E vejam as bênçãos que receberão, resultantes da obediência:”. 



Muitas pessoas orientadas pelos avivalistas do “eu posso” buscam com sacrifícios de votos e empenho estas bênçãos. São sacrifícios que devem ser cumpridos a risca sem descuidos, vigílias, peregrinações, votos, sacrifícios em dinheiro, envelopes recheados, orações fortes, passagem por lugares milagrosos, aquisição de objetos milagrosos, tais como chaves, óleo ungido, pulseirinhas, correntinhas, flores, punhadinho de terra, e muito mais, a água benta foi substituída por água do rio Jordão.
O povo está sendo instruído a usar muletas para andar pela fé e funcionar, e o pior é que está voltando a adoração de objetos, os que eu chamo de “relíquias gospel”.
A Bíblia não mente, porque é Palavra de Deus, e diz muito claramente como deve ser nossa busca. E de acordo com a Bíblia quem buscas com empenho estas coisas, não receberão.
“Mas buscai primeiro o Reino de Deus e sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas” 
Mateus 6:33



Quando nós pesquisamos todo o contexto bíblico descobrimos este fundamento de Gênesis a Apocalipse, vamos ver.
O nosso futuro e presente é determinado pela nossas escolhas na obediência, quando estamos obedecendo um, estamos automaticamente desobedecendo outro. Só existem dois reinos, o das trevas e o da Luz, Um é o oposto do outro e estão em constante disputa por liderança na vida do homem, enquanto um é Amor o outro é o ódio, um é do Criador o outro é do destruidor, um que matar o homem, o outro quer dar vida e vida em abundância.



Mateus 6:24 “Ninguém pode servir a dois [senhores]; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas”.
Mesmo que este versículo diz que os senhores são Deus e amor ao dinheiro, afirma principalmente, que não tem como termos dois senhores.



Se tudo vai mal, obedecemos a liderança errada no passado, nossas escolhas foram erradas. Em algum momento o mal nos levou ao equívoco, abrimos brechas, em outras palavras, é dar lugar, dar liberdade aos seres malignos a trabalharem conforme os planos traçados pelo inferno para nossa vida. 
Assim como Deus tem planos de paz para seus filhos, o diabo tem planos de destruição para os filhos de Deus.






O primeiro plano de satanás foi executado no Jardim do Éden.
Muitos acham que o pecado de Adão e Eva foi o de comerem o fruto simplesmente, mas comer um fruto não é pecado e sim desobedecer a ordem dada por Deus para não comer o fruto. Quando comeram do fruto, tiveram conhecimento, deixaram de ser inocentes e descobriram coisas fora do tempo estabelecido por Deus. Ciência não é pecado, conhecimento não é pecado, mas desobedecer ordens é.
Eles obedeceram a satanás que os mostrou as concupiscência da carne, dos olhos e soberba da vida. Obedecendo o anseio de sua alma e corpos em saciar as concupiscência do momento, desobedecendo Deus.



Gênesis 3:6- “E vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela”. 



e I João 2:16- “Porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo”.



Adão veio a Terra para dominar, ter domínio sobre todas as coisas que o Criador fez, Gênesis 1:28 “ ...dominai sobre todas as coisas...” (paráfrase). Adão foi feito por último exatamente para cuidar do que foi criado antes, até nome, Adão colocou em seres. Adão, em outras palavras, era deus deste mundo.
Quando os dois obedeceram a satanás, perderam o domínio de tudo, deram legalidade ao diabo para tomar posse de tudo que eram deles, para se tornar deus deste mundo, deus do presente século. 
Romanos 6:16 “ Não estais informados de que, ao vos entregardes a alguém como escravos para lhe obedecer, sois escravos deste a quem obedeceis, seja do pecado para a morte, seja da obediência que leva a justiça” ( versão Rei King James). 



Quando obedecemos a Deus, essa obediência nos leva a vivermos na justiça. Mas quando obedecemos satanás, dando vazão as vontades da carne, dos olhos e da soberba da vida, estamos sendo escravos da nossa obediência, mesmo que seja involuntário, achamos que é só um pecadinho, só uma vontade inocente, e envolvemos em algo que nos molda a este mundo, que não vai nos fazer mal, afinal todo mundo faz, encaixamos perfeitamente onde satanás queria, obedientes a ele. Mesmo que seja insignificante nossas ações, nossa obediência não é insignificante. 
Caímos na sutileza de satanás, quando achamos que podemos viver cometendo pecadinhos e que Deus não nos condenaria por cometé-los, com esses pecadinhos damos legalidade ao diabo, não de nos condenar ao inferno, mas de tirar, cancelar, segurar, destruir, matar sonhos e projetos, roubar paz e de não permitir que a bênção nos alcancem, anula nosso progresso. É por isso que existem crentes buscando, chorando, se humilhando, sacrificando-se, dizimando, sendo generosos nas ofertas e se sentem oprimidos, presos e amaldiçoados.






I aos Coríntios 15:45 “Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente: o último Adão em Espírito vivificante”. 
O Espírito Santo como o ajudador sempre presente, levou Jesus ao deserto para ser tentado. 
Mateus 4:1 “Então foi conduzido Jesus pelo Espírito Santo ao deserto, para ser tentado pelo diabo”.
Jesus foi tentado como Adão e Eva foram, com concupiscência da carne em pão como alimento(verso 3)Jesus respondeu conforme está escrito em Deuteronômio 8:3; 
concupiscência dos olhos, ver os anjos recebendo ordens de Deus para cuidar de Jesus(verso 6), satanás nesse momento citou Salmo 91:11,12. Jesus respondeu conforme Deuteronômio 6:16 ; 
soberba da vida, reinos do mundo e a glória deles(verso 8). Jesus respondeu conforme Deuteronômio 6:13 e Deuteronômio 10:20
Enquanto Jesus respondia a satanás com paciência, mesmo usando a Palavra, satanás continuava tentando Jesus, no verso 2 do capítulo 4 do Evangelho de Lucas esclarece dessa forma: “E quarenta dias foi tentado pelo diabo,...”. 
Voltando no capítulo 4 de Mateus verso 10 agora, Jesus disse: “Vai-te, satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele servirás”.
Jesus foi bem claro com satanás, não restou dúvidas que Jesus iria obedecer somente a Deus, “só a Ele servirás”. Jesus dizia com isso: vou obedecer somente a Deus Pai, não obedecerei a você.
Veja versão da Bíblia Viva Paráfrase: Mateus 4:10= “Saia daqui, Satanás, disse-lhe Jesus, As escrituras ordenam: Adore somente ao Senhor Deus. Obedeça somente a Ele”.



Note que no verso 11 de Mateus 4 fica claro o fundamento “sujeitai-vos a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vos”.
Mateus 4:11 “Então satanás foi-se embora, e os anjos vieram e cuidaram de Jesus”. Só depois que Cristo disse que não obedeceria satanás, ele foi embora. É simples resistir ao diabo, como? Sujeitando (obedecendo) a Deus.



Um único pecado, uma única obediência de Jesus a satanás frustraria os planos de Deus para redenção humana.
O objetivo de Deus foi provar que seu Filho perfeitamente humano viveu sem pecados, não foi obediente a satanás e estava qualificado para ser o Salvador, redentor e restituidor e que esse Filho poderia ser o portador do domínio de tudo, o Nome acima de todos os nomes. Jesus manteve-se íntegro e fiel, resistindo e vencendo a tentação e o tentador. 
“Então satanás foi-se embora, e os anjos vieram e cuidaram de Jesus”. Os anjos ministrando a Jesus foi acréscimo.
Adão foi tentado quando não havia pecados em sua vida, com Jesus também foi assim, e Jesus permanece sem pecados até hoje, porque os que Ele levou sobre Si, não eram dEle, inocentemente pagou pelos pecados da humanidade. Não deve mais nada. II Coríntios 5:21 “



Jesus precisou ser levado ao deserto para que o mesmo processo se repetisse, e Cristo, aqui o segundo Adão, tomasse de volta nesta, batalha espiritual, aquilo que o primeiro Adão entregou a satanás. O segundo Adão tomou de volta o que o primeiro perdeu.
Legalmente, Jesus é o possuidor de todo domínio, hoje. É o Rei hoje. 
Mateus 28:18 “Então Jesus aproximando-se deles lhes assegurou: Toda autoridade Me foi dada no céu e na terra”



Lucas 21:27 “Então verão vir o Filho do homem em uma nuvem, com poder e grande glória”



O reino de Jesus não é daqui (João 18:36) o reino DELE é celestial, nós mesmos somos cidadãos do céu. Nós fomos retirados de um reino e transportados ao outro.



“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos, e da família de Deus”. Efésios 2:19. 
Nosso contato com o mundo é como embaixadores, representando o nosso lar verdadeiro.
Jesus tem todo o domínio e o exercício deste domínio é feito pelo seu corpo, que somos nós, sua igreja. 
Lucas 10:19-20 “Atentai! Eu vos tenho dado autoridade para pisardes serpentes e escorpiões, assim como sobre todo o poder do inimigo, e nada nem ninguém vos fará qualquer mal.
20 Contudo. Regozijai-vos, não apenas porque os espíritos vos obedecem, mas sim porque vossos nomes estão inscritos nos céus”.
Mandamos nos espíritos que querem acabar conosco, eles obedecem nossas ordens,temos autoridade para isso; e mesmo assim, mesmo com o nosso nome estando na lista de Deus, em muitos momentos somos nós que obedecemos ordens do mal.



Podemos verificar que a obediência foi determinante na vida dos heróis da fé. 
Noé obedeceu construindo a arca. Abraão obedeceu quando Deus lhe ordenou que saísse da sua parentela, obedeceu na ocasião da separação com seu sobrinho, quando ao sacrifício não consumado de Isaque. Sansão enquanto obedecia, dominava. Moisés obedeceu o chamado e mudou a história do povo hebreu. Saul enquanto obedecia, reinava. Samuel, mesmo correndo riscos, obedeceu ungindo a Davi. Davi obedeceu aceitando a realeza. Salomão enquanto obedecia, externava inteligência. Daniel obedecia somente a Deus, mesmo diante da cova de leões. Hananias (Sadraque), Misael (Mesaque) e Azarias (Abednego) obedeceram somente a Deus. Jeremias obedeceu a profecia. José padrasto do Cristo deu ouvidos somente a Deus. Jesus obedeceu a Deus em tudo. Os discípulos obedeceram ficando em Jerusalém até que viesse o pentecostes. Paulo obedeceu seu chamado e evangelizou a Ásia, aprendeu do próprio Cristo o evangelho e é referência cristã hoje. Os pais da Igreja obedeceram o chamado. Os grandes evangelistas de pouco tempo atrás, obedeceram o chamado. Situações contrárias não desanimaram os heróis, tentações não os pararam, setas malignas, intrigas, desconforto, desertos, perseguições não dominaram nossos irmãos. Nós nos dias de hoje só vamos fazer diferença e sermos referência se formos obedientes em todos os mandamentos e chamados de Deus. 
O deserto que muitas pessoas permanecem, foi criado por elas mesmas. Porque o povo de Deus já saiu do deserto. Jesus foi lá para nos substituir, passou um grande período aludindo o povo no deserto conduzido por Moisés. Foram 40 anos (Números 32:13, Josué 5:6, relação de dias com anos) para um povo inteiro e 40 dias (Marcos 1:13) para um Homem que guia um povo inteiro de redimidos. Existe relação entre anos e dias para Deus, Ezequiel 4:6” E quando cumprires estes, tornarte-ás a deitar sobre o teu lado direito, e levaras a maldade da casa de Judá quarenta dias; um dia te dei por cada ano.”, Números 14:34. 
Pessoas tentam justificar a permanência no deserto informando de maneira errada que estão sendo lapidadas, ensinadas e moldadas. Deus usou o deserto para ensinar sim, mas não era esse o propósito do deserto, porque Deus já deixou a sua Palavra para nós ensinar, moldar e o Espírito Santo nos lapida, proporcionando experiências de Glória em Glória. 
O povo de Deus permaneceu no deserto por desobediência.
O plano de Deus era que o povo passasse rapidamente pelo deserto e nem sentissem que estavam em um lugar árido. O maná (alimento) não faltava, rolinhas eram levadas ao povo regularmente (carne), o frio e a escuridão foram vencidos pelo fogo mandado por Deus durante a noite. Durante o dia haviam nuvens sobre o povo proporcionando conforto, água não faltava, até de rochas brotavam. Mas o povo passou a obedecer suas concupiscências, enquadrando na desobediência a Deus e obedecendo satanás conforme Adão fez. Mesmo com tamanha desobediência Deus guardou seu povo no deserto durante sua permanência: Deuteronômio 8:4 não envelheceram as roupas do povo.
Deuteronômio 2:7 Deus guardou e alimentou o povo no deserto.
É assim hoje, Deus tem misericórdia de nós, nos guarda, mas se não temos atitudes de obediência não vamos a lugar algum.





Deuteronômio 28:02-13 “E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus:
3 Bendito serás na cidade, bendito serás no campo.
4 Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais; e a criação das tuas vacas, e os rebanhos das tuas ovelhas.
5 Bendito serás o teu cesto e a tua amassadeira;
6 Bendito serás ao entrares e bendito serás ao saíres.
7 O Senhor entregarás os teus inimigos, que se levantarem contra ti, feridos diante de ti: por um caminho sairão contra ti, mas sete caminhos fugiram diante de ti.
8 O Senhor mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros, e em tudo que puseres as tuas mãos: e te abençoará na terra que te der o Senhor teu Deus.
9 O Senhor confirmará para Si por povo santo, como te tem jurado, guando guardares os mandamentos do Senhor teu Deus, e andares em Seus caminhos.
10 E todos os povos verão da terra verão que és chamado pelo nome do Senhor e terão temor de ti.
11 E o Senhor te fará abundar de bens no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto da tua terra, sobre a terra que o Senhor jurou a ateus pais te dar.
12 O Senhos te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo, e para abençoar toda a obra das tuas mãos; emprestarás a muitas gentes, porém tu não tomarás emprestados
13 E o Senhor te porá por cabeça e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, quando obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e fazer.


                  VOCÊ É TENTADO?





Mas porque sou tentado? Muitos ficam se perguntado. Será que Deus quer me provar ? 
Provar sua fidelidade é uma coisa, tentações é outra completamente diferente.
Deus prova sua fidelidade lhe incumbindo com algo pequeno para fazer, sua entrada ao chamado será testada para medir seu empenho e respostas as tentações e setas malignas. Sendo aprovado, vem algo maior e maior e maior até que chegará o milênio e reinará com Cristo sobre a terra e depois em toda a eternidade. 



Tiago 1:13-14 “Entretanto, ninguém ao ser tentado deverá dizer: estou sendo tentado por Deus. Ora, Deus não pode ser tentado pelo mal, a nenhuma pessoa tenta.
14 Cada um porém, é tentado pelo próprio mau desejo, sendo por esse iludido e arrastado.”






Se desobedecermos depois que adquirimos conhecimento, a nossa situação fica pior. II Pedro 2:20
Os planos de Deus foram interrompidos por causa da desobediência de Adão, imagine o que pode acontecer com os nossos planos quando desobedecemos a Deus.
Existe agora dois reinos, o reino natural(mundo), o reino daquele que domina seus súditos, maltrata, mata, rouba e destrói. Um reino opressor, mal e sem escrúpulos. Mau na sua essência que carrega a morte eterna.
Tiago 4:4 e I João 2:15 diz que aquele que obedece qualquer coisa relacionada com o mundo é amigo dele.
E sendo amigo do mundo, o inimigo acha legalidade para agir na vida dessa pessoa, já que ele é rei e domina este mundo e suas criações.
É por isso que o mundo piora na imoralidade, violência, descriminação, intolerância, crueldades e todo tipo de injustiças.



I João 5:19. “Estamos cientes de que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no maligno.” ( versão Rei King James).



Jesus veio estabelecer o seu Reino, Reino Sobrenatural(céus), o reino do filho do amor de Deus. Onde temos salvação, paz, prosperidade, alegrias, vida abundante, proteção, livramentos, preservação, direção, curas e vida eterna. 
A humanidade pertence a um desses reinos, não há uma terceira opção. Somos qualificados para um deles por nossas ações e escolhas. A quem obedecemos?



O povo de Deus pertence a realeza porque somos filhos do Rei, somos da família real. Um povo redimido, justificado, que tem nova natureza. As coisas velhas passaram, o tempo do primeiro Adão findou em nossas vidas. Temos um novo padrão de vida. Colossenses 1:12,13: somos da Luz, participantes do Reino.
O povo autentico de Deus morreu para o mundo, morreu para a maldição de Deuteronômio 28:15 e renasceu em Cristo recebendo vida eterna. A velha natureza se foi com o novo nascimento, não temos mais passado, crianças quando acabam de nascerem, não tem passado. Tudo foi apagado e tudo começou novamente, aconteceu conosco: dos nossos pecados antigos, Deus não se lembra mais. Não precisamos nos sacrificarmos tentando lembrar de pecados passados para confessarmos, o passado já foi apagado, nascemos de novo, não temos passado.
Nossas mentes que tem dificuldades de aceitar por parecer tão bom, e não sermos merecedores disso tudo, mas foi vontade do Pai, Ele nos amou primeiro, somos idôneos para participarmos da herança. Temos que renovar nossas mentes (almas, Hebreus 4:12) com esta novidade de vida, que aconteceu no espírito até que o corpo desfrute do conforto da prosperidade que herdamos de Cristo. 



Aos Romanos 12:1-3 “Portanto, caros irmãos, rogo-vos pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é vosso culto espiritual.
2 E não vos amoldeis ao sistema deste mundo, mas sede transformados pela renovação de vossas mentes, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
3 Porquanto, pela graça que me foi concedida, exorto a cada um dentre vós que não considere a si mesmos além do que convém; mas, ao contrário, tenha uma auto-imagem equilibrada, de acordo com a medida da fé que Deus lhe proporcionou.”



Quando somos de Cristo, tudo muda e se faz novo, mudou a natureza, temos que pensar diferentes, temos então que renovarmos nossas mentes (passar a pensar e meditar no que somos hoje, a condição de Filhos Queridos) consequentemente, mudamos nossa maneira de agir. 



II aos Coríntios 5:17 “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação; as coisas antigas já passaram, eis que tudo se fez novo.”



Unidos com Cristo somos nova criação. Temos que trazer para fora a realidade que está dentro de nós. Temos Graça: a influência sustentadora de Deus.
Nós Cristãos estamos no reino Deus, não podemos nos misturar, manchar nossas vestes, fazer parte e nos moldar com este mundo, porque estaremos obedecendo a satanás e se enquadrando em seus planos. A quem obedecemos? Como é nossa conduta? Nossa postura?
Satanás está criando atrativos que parecem inofensivos e que não é pecado, mas se foi ideia dele, ele quem criou, modismo mundano ou algo que ele criou para os seus, quando praticados pelos cristãos, configura obediência ao inimigo. Eu costumo dizer que se nós vamos passar por uma rua, para chegarmos em um determinado lugar e o inimigo lançar pensamentos para não irmos por aquela rua e sim por outra, se formos, estamos obedecendo a ele. Mas os demônios querem mais que isso. Jesus dizia: “vigiai e orai o tempo todo” (parafraseado) exatamente para não obedecermos sugestões dos demônios. A Bíblia nos ensina muito sobre sermos conduzidos pelo Espírito de Deus para não falharmos na nossa caminhada rumo ao lar onde Jesus nos prepara lugar.
Quando obedecemos aos demônios abrimos uma avenida para o exército do mal marchar conquistando estágios e destruindo tudo o que encontra pelo caminho, tirando a comunhão da pessoa desobediente com o reino do Pai, aniquilando a paz. 
Há como se fossem muralhas em nossa volta e nossa desobediência ao nosso Rei, abre uma fenda por onde o inimigo entra e faz estragos. 
Quando nos é orientado renovarmos nossas mentes e preenchermos com coisas santas é porque é de extrema importância que assim façamos. Os demônios lançam setas e sugestões para nós o tempo todo, mas quando estamos sem espaço para as coisas que o inimigo criou, não passarão de breves pensamentos ruins. Deus quer que aprendamos sua Palavra e com certeza a verdade voz libertarás. 
Vamos sempre nos preocuparmos em andarmos no propósito de Deus, e estarmos no centro da vontade de Deus, para que Deus se alegre conosco, porque a alegria do Senhor é nossa força. 
O inimigo quer nos vencer dando sugestões em nossas mentes, porque no corpo do crente obediente, ele não pode tocar, muito menos possuir.



Não podemos negar que o diabo tem uma certa força, mas lembramo-nos sempre que é Deus quem batalha por nós.
Satanás quer que vivamos sem sabedoria, amedrontados, presos a erros grotescos de comportamento, vacilando no caminhar para o céu. Muitos podem até perder a fé imaginando que Deus não é a favor delas e não está interessado nelas, mas não dão conta que às vezes são suas ações que frustra o ajudar de Deus, impedem o mover de Deus, e permitem ao diabo suas inconveniências. 
Para um bancário, um policial Federal, ou um comerciante descobrirem notas falsas, existe um treinamento muito simples, não é estudar as notas falsas, porque elas são muitas e diferenciam entre si, cada falsário faz notas diferentes, mas o meio mais eficaz é estudando a nota verdadeira, assim quando surgir alguma imperfeição ou falsidade será notado.
Assim deve ser nossa atitude, estudar a Palavra, saber tudo sobre a verdade, para que quando o inimigo vier com algo para nos confundir e nos desanimar, já estamos com tanta certeza da nossa vitória e da verdade, que só restará ao inimigo fugir de nós, assim como fez com Jesus no deserto,(Mateus 5: ) depois que Cristo o venceu usando a Palavra. 
Usaremos sempre às promessas de Deus registradas na Bíblia, foi Deus mesmo quem prometeu e Ele é fiel e justo para cumprir.






Assim como fez com Eva, sugerindo que desobedecesse a Deus, o diabo, prova á fé, a fidelidade, o amor e a honestidade dos crentes, faz de tudo para o cristão cair, colocando tentações e sugerindo a prática do pecado. 
O crente recebe sugestões de satanás na mente, a carne tem suas fraquezas(Tiago 1:13-), o espírito renovado dentro do homem sugere santidade, portanto condena a prática do pecado, a alma tem suas vontades, ativando uma batalha na mente, mas a alma vai se inclinar para o lado que estiver mais em evidência, o lado espiritual, onde Deus age, ou o lado da carne, que não é mais escrava do pecado, mas se não for controlada, acaba pecando. Os resultados dessas batalhas, é que determinam as nossas ações; ações de santidade ou de pecado.
Podemos vencer estas batalhas, renovando nossas mentes, praticando o que o Apostolo Paulo ensinou aos 



Filipenses 4.8 “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”.



A libertinagem que o mundo prega, os valores deturpados, a ética equivocada, sexo liberado, filosofias da liberalidade levam o homem a cometerem pecados a todo momento. Sendo influenciados pelas mídias, novelas, programas, ongs liberais, musicas e até o teatro tem mudado, tem ficado cada vez mais erótico e pornográfico.



II aos Coríntios 10:3-6 “ Porquanto, embora vivendo como seres humanos, não lutamos segundo os padrões deste mundo.
4 pois as armas da nossa guerra não são terrenas, mas poderosas em Deus para destruir fortalezas!(pensamentos errados)
5 Destruímos vãs filosofias e a arrogância que tentam levar as pessoas para longe do conhecimento de Deus, e dominamos todo o pensamento carnal, para torná-lo obediente a Cristo.
6 E estaremos preparados para repreender qualquer atitude rebelde, assim que alcançardes a perfeita obediência”. ( versão Rei King James).
Os pensamentos filosóficos da liberdade mundana, não pode ser confundidos com a liberdade que existe quando estamos em Cristo. A nossa liberdade é a de sermos livres de vícios, de opressões, das condições criadas pelo mal, das maldições, das impuresas.



Muitos cristãos estão sendo enganados por pessoas que insistem em dizer que a solução para todos os seus problemas estão na fidelidade dos dízimos, nas ofertas, nos envelopes, nos sacrifícios em dinheiro. Mas ainda existem muitos homens de Deus que esclarece e ensinam que a fidelidade é no nosso agir, postura de cristãos irrepreensíveis. Não adianta muito, pessoas fazerem votos de sacrifício em envelopes, se elas dão lugar ao diabo. Mesmo que seja uma pequena brecha, de qualquer pessoa, o inimigo vai entrar e acabar com qualquer tipo de conquista. A igreja tem suas ações anuladas porque a maioria do corpo de Cristo ainda obedece alguma sugestão ou doutrina que pertence ao inimigo.
A fidelidade à Deus é determinante para tomarmos posse do que já é nosso. O povo de Deus só vai usufruir plenamente de bênçãos quando pararem de encher as igrejas procurando ser abençoados e encher a si mesmo do Espírito de Deus. “enchei-vos do Espírito...”
Pessoas que querem cura, bençãos, orações fortes de pastores, conforto ou paz podem até receber um momento de alívio, mas a plenitude de vida são acrescentadas somente aos que buscam a o reino de Deus e sua justiça e a serem justos.
Ser justo não é fazer sacrifícios de penitencia, humilhação e obras de caridade, ninguém consegue ser justo pelas obras. Todos que querem ser abençoados dessa forma sempre terão que buscar de novo, fazer novos sacrifícios e viverão de livramento em livramento. Mas os que se revestem de Cristo passam a ter a obra de justificação validada em sua vida, nunca mais terão sede.
Aceitamos Jesus como Salvador, mas temos que te-lo como Senhor de nossas vidas e dedicarmos toda nossa fidelidade a Ele com sacrifício racional que a submissão de nossos corpos as coisas do espírito. 
Se os pastores aprendessem para ensinarem o verdadeiro significado do dízimo, as pessoas dizimariam e ofertariam muito mais e ainda seriam muito mais abençoadas. O povo de Deus precisa urgente sair debaixo de opressão do diabo e de pastores que as chamam de ladrões quando não entregam os dízimos ou quando não ofertam; necessita serem ensinadas a se desprenderem dos bens materiais, a semear, a plantar com o coração, não por obrigação. O dízimo e a oferta é uma adoração e nós sabemos que adoramos a Deus em espírito, porque Deus é Espírito.
E buscar primeiro o reino de Deus também é abençoar a obra de Deus e a nosso próximo, inclusive este mandamento também é para os pastores e liderança.



A Bíblia ensina que antes de dizimarmos temos que procurar acertar com pessoas que tenha algo contra nós. Assim você vê que tem coisas que vem primeiro. 



O crente só vai ser próspero se for íntegro, zeloso para com os mandamentos Divinos. Vale a pena permanecer na obediência de Deus.
Os ataques vão acontecer, o diabo vai lançar os dardos inflamados mas não nos fará dano algum.
O inimigo vai querer neutralizar nossas vidas, criando maneiras que parecem inofensivas, mas que por trás está moldando o homem conforme seus planos sutis. 



O povo de Deus está sendo sugado pela ganância de lideres religiosos, que sem qualquer tipo de constrangimento colocam preço em suas preces. Se o preço que a igreja pagasse fosse o de ser manter irrepreensível daria mais certo.
A pregação que ouvimos hoje anula o que Cristo conquistou na cruz, e que a miséria, as doenças e tudo que era contra nós ainda nos aprisiona e que precisamos fazer algo em questão, temos que, segundo a doutrina da falsa religião, que completar a obra de Cristo, o sacrifício de Cristo não resolveu, temos que complementar com os nossos. Parece que Jesus já não é mais nosso substituto.
O pecado já não é tão degradante mais, os vícios que a igreja compreende é só de alcoolismo e o de fumo. Os vícios da alma ficaram de fora, o vicio da pornografia, da masturbação, das mentiras, das palavras torpes, da falta de conhecimento, dos olhares impuros, dos desejos desenfreados, do amor ao dinheiro, críticas destrutivas, olhares desaprovadores com maldade, invejas, iras, o vicio da leitura que não edifica, do vislumbre da nudez, da sensualidade, do orgulho e o vício da idolatria que está muito presente no meio cristão.
“Isso não tem problema” dizem, “isto é pequeno demais para que eu perca a salvação”. Pode ser que a salvação não se perca por qualquer coisa. Mas e os acréscimos? Já perdeu, ou, nem tomou posse.



Nos últimos dias, tenho percebido que Deus tem orientado aos pregadores, me incluo aqui, que ensinem, preguem e chamem a atenção da Igreja sobre a fidelidade e sei por revelação que é por dois motivos.
Motivo 2: Deus está cansado em ver seus filhos inocentes, muitas vezes enganados, sendo oprimidos pelo diabo e pelos aproveitadores da fé.
Motivo 1: O Espírito Santo está preparando a noiva do Cordeiro para o breve encontro, a vinda de Jesus está muito próxima, não temos muito tempo, não podemos fazer planos a longo prazo, e o melhor plano agora é buscar a Deus, ser fiel e deixar os acréscimos vir naturalmente, se não der tempo de chegar o acréscimo aqui na terra, o galardão(recompensa) será entregue no céu. 
A quem obedecemos? Só isso importa ao Pai e ao diabo; porque o que Deus quer é que o homem lhe obedeça e o diabo também procura obediência, este é o meio dele ter legalidade de dominar sua vida. 
Povo de Deus, deixem de ter uma religiosidade vã. A religião busca serem aceitos por sacrifícios, mas os que são filhos, são aceitos pelo sacrifício do Cordeiro Santo que tira o pecado do mundo que o aceita.
O relacionamento com Deus não é algo religioso e sim pessoal. Filhos com seu Pai. 




1 Coríntios 6:9-10 “ Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus”.
10 “ Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. 



Efésios 5:3-6 “Entre voz não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual como também de nenhuma espécie de impureza e cobiça; pois essas atitudes não são adequadas aos santos
4 não haja obscenidades, nem conversas tolas, nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, portai-vos com ações de graça.
5 Porquanto, podeis estar bem certos disto: nenhum imoral, ou impuro, ou ganancioso, que é idólatra, tem herança no Reino de Cristo e de Deus”.



Gálatas 5:19-21 “ Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
20 idolatrias e feitiçarias; ódio, discórdias, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e;
21 inveja, embriaguez, orgias e tudo quanto se pareça com essas perversidades, contra as quais vos advirto, como já vos preveni antes: os que as praticam não herdarão o Reino de Deus! ( versão Rei King James).



II Pedro 2:1-18 tudo que não devemos ser



Efésios 2:1-3 “ Ele vos concedeu a vida, estando vós mortos nas suas transgressões e pecados,
2 nos quais andastes no passado, conforme o curso deste sistema mundial, de acordo com o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência.
3 Anteriormente, todos nós também caminhávamos entre eles, buscando satisfazer as vontades da carne, seguindo os seus desejos e pensamentos; e éramos por natureza destinados a ira” ( versão Rei King James).



II Coríntios 4:3-4 “ Contudo, se nosso evangelho está encoberto, para os que estão perecendo é que está encoberto.
4 O deus[diabo], desta presente era perversa, cegou o entendimento dos descrentes, a fim de que não vejam a luz do Evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”. ( versão Rei King James).



Efésios 6:12 “Porquanto, nossa luta não é contra seres humanos, e sim contra principados e potestades, contra os dominadores deste sistema mundial em trevas, contras forças espirituais do mal nas regiões celestiais”.
(versão Rei King James).



I João 3:8 “Aquele que vive habitualmente no pecado é do diabo, pois o diabo peca desde o princípio. Para isto, o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do diabo”. 
( versão Rei King James).

Pregador Vagner Vieira