Jesus, Fonte de Sabedoria

O melhor louvor é aquele que é realizado o tempo todo, 24 horas por dia.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Aceitação da Palavra de Deus

ACEITAÇÃO, A PALAVRA DE DEUS SOBRE
 O tapete vermelho está estendido e a porta está escancarada. O convidado atravessa a soleira e entra na sua vida. Aquela pessoa é aceita na sua presença porque é aceitável. A amada é aceita porque é da família. Um estranho pode ser aceito por ser amigo de um que já é aceitável. Aceitar outra pessoa é permitir que invada nosso espaço. Amizade é aceitação em nível mais profundo, onde a pessoa passa a valer muito. O casamento é a aceitação de uma pessoa numa intimidade profunda e única. A essência de um relacionamento é a aceitação. Sem ela, somos rejeitados e solitários. Com ela podemos viver com gozo num caleidoscópio de amizades, amor, casamento e vínculos familiares. Em nossas vidas passam a entrar não só pessoas, mas seus dons, atos de gentileza e expressões carinhosas. Mas a Bíblia nos diz que devemos aceitar os excluídos do mundo, os pobres, sem-teto, aleijados, velhos, prisioneiros, viciados.
O QUE DEVO FAZER PARA MERECER SER ACEITO POR DEUS?
Romanos 3:27 Onde, pois, a jactância? Foi de todo excluída. Por que lei? Das obras? Não, pelo contrário, pela lei da fé.
Colossenses 2:6 Ora, como recebestes Cristo Jesus, O senhor, assim andai nele.
Nada podemos fazer para merecer a aceitação de Deus. Mas ela está disponível, de graça, para você e para todos. Basta crer que seu Filho, Jesus Cristo, morreu por nossos pecados para que fôssemos livres para gozar da vida eterna com ele. Quando aceitamos seu perdão e deixamos que seja Senhor de nossa vida, ele nos aceita completamente na sua presença.É simples.
COMO PODEMOS APRENDER A ACEITAR OS QUE SÃO DIFERENTES DE NÓS?
Mateus 9:11-12  Ora,vendo isto,os fariseus perguntavam aos discípulos.Por que o vosso Mestre come com os publicanos e pecadores? Mas Jesus, ouvindo, disse: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes.Ide,porém,e aprendei o que significa:misericórdia quero e não sacrifício.
Aceitar os outros requer de nós uma nova perspectiva.
E SE UMA PESSOA COMETEU UM PECADO HORRíVEL? DEVEMOS ACEITÁ-LA ASSIM MESMO?
Romanos 8:38-39Porque eu estou bem certo de que nem a morte,nem a vida,nem os anjos ,nem principados,nem as coisas do presente,nem do porvir,nem os poderes,nem a altura,nem a profundidade,nem qualqer outra criatura poderá seperar-nos do amor de Deus,que está em Cristo Jesus,nosso senhor.
Devemos amar aos outros da mesma forma. Isto não quer dizer que concordamos com suas ações pecaminosas, mas que os amamos e aceitamos como criaturas únicas e especiais de Deus.
EXISTEM OCASIÕES EM QUE NÃO DEVEMOS ACEITAR?
2 Crônicas 34:3-7 Providenciou para que os altares de Baal, e de seu incenso, fossem derrubados. Não devemos aceitar ou tolerar o pecado em nossas vidas. O pecado é nosso inimigo, que busca nos destruir. Se aceitarmos a convivência com um pecado, ele se espalhará como um tumor maligno, e afetará nossas ações e pensamentos.
ACEITAR A CORRUPÇAO DE PESSOAS CORRUPTAS CERTAMENTE NOS CORROMPERÁ.
1 Samuel 8:3 Porém seus filhos não andaram pelos caminhos dele; antes, se inclinaram à avareza, e aceitaram subornos, e perverteram o direito. Aceitar práticas pecaminosas, seja nelas participando ou ignorando, dificulta que consigamos atingir o potencial que Deus nos deu.
QUAL DEVE SER MINHA ATITUDE PARA ACEITAR TODAS AS CIRCUNSTÂNCIAS DA VIDA?
1 Coríntios 7:17 Contudo,cada um prossiga vivendo na condição que o senhor lhe determinou,e em conformidade com o chamado de Deus.É isso que ordeno em todas as igrejas!Ande cada um conforme o Senhor lhe tem distribuído, cada um conforme Deus o tem chamado..
Jó 2:10 Mas ele lhe respondeu: falas como qulquer doida;temos recebido o bem de Deus, não receberíamos também o mal?Em tudo isso não pecou Jô com os seus lábios.
Eclesiastes 5:19Quanto ao homem a quem Deus conferiu riquezas e bens e lhe deu poder para deles comer,e receber a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é Dom de Deus.
Lucas 1:38 Então disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim segundo a tua palavra!Em seguida o anjo partiu.
Hebreus 10:34Porque não somente vos compadecestes dos encarcerados, como também aceitastes com alegria o espólio de vossos bens, tendo ciência de possuirdes vós mesmos patrimônio superior e durável.
Aceitar nossas circunstâncias não significa que devemos gostar delas. Mas, se mantivermos a perspectiva eterna, podemos crescer nelas e entender que as circunstâncias adversas não nos seguirão para o céu.
O QUE ME FAZ ACEITÁVEL PARA DEUS?
Romanos 3:30 visto que Deus é um só, o qual justificará, por fé, o circunciso e, mediante a fé, o incircunciso.
Gálatas 2:16 Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim, mediante a fé em Cristo Jesus, também temos crido em Cristo Jesus para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois, por obras da lei, ninguém será justificado.
Nosso pecado nos separa do Deus santo e perfeito. Mas a fé em Jesus remove nosso pecado e nos torna santos e aceitáveis na presença de Deus..
COMO POSSO ACEITAR AOS OUTROS, PRINCIPALMENTE AQUELES DE QUEM NÃO GOSTO?
 Romanos 14: 1,3 Acolhei ao que é débil na fé, não, porém, para discutir opiniões.Quem come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come, porque Deus o acolheu.
Romanos 15:7 Portanto, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para a glória de Deus. Julgar outros deve ser entregue a Deus. É ele que estabelece o padrão para aceitarmos outros.
PROMESSA DE DEUS
Romanos 15:7 Portanto, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para a glória de Deus.

Marcelo Nascimento

Abandono a Palavra de Deus

ABANDONO,
A       PALAVRA DE DEUS SOBRE;
Um dos conceitos mais terríveis na nossa vida é o término definitivo de um relacionamento muito estimado. Quer que o chamemos de abandono, renúncia, desistência ou divórcio, a situação retrata uma linha desenhada no relacionamento - uma linha divisória que rapidamente se transforma num fosso profundo entre duas pessoas, distanciando-as uma da outra. E uma das conseqüências de ser abandonado é que ameaça nosso sentimento de auto-estima. "Eu não valia nada, de forma que fui abandonado/a. Havia algo errado em mim, de forma que ninguém me queria." É muito confortador saber que Deus jamais abandona aquele que o ama.                                                                                           
SERÁ QUE DEUS ME ABANDONARÁ EM TEMPOS DIFÍCEIS?                                                                                                               Salmos 9:10 É em ti, pois, confiam os que conhecem o teu nome, porque tu, Senhor, não desamparas os que te buscam.
Salmo 27:10 É Porque se meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me acolherá.
João 14:16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja sempre convosco.
2 Coríntios 4:9 É perseguídos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos. Um Deus que busca e uma pessoa que busca acabam por se encontrar. Deus jamais abandonará àquele que o busca.                                                                                                       MESMO QUE TODOS O ABANDONEM, DEUS JAMAIS O ABANDONARÁ  
Gênesis37:28 É e passando os mercadores mídianitas, os irmãos de José o alçaram e o tiraram da cisterna e o venderam por vinte siclos de prata, aos ismaelitas; estes levaram José ao Egito.
Gênesis 39:3 É o senhor era com ele, e que tudo o que ele fazia o Senhor prosperava em suas mãos.
Às vezes sentimos que todos estão contra nós, mas Deus sempre está por nós por que seu amor por nós é profundo e duradouro.                                                                               DEUS JAMAIS ABANDONARÁ O SEU POVO
1 Samuel 12:22 É pois o Senhor, por causa do seu grande nome, não desamparará o seu povo escolhido.
Deus jamais deixará aqueles que nele confiam e que o amam. Quando você se sentir abandonado, não desista de Deus.
 NOSSO SOFRIMENTO NÃO SIGNIFICA QUE DEUS NOS ABANDONOU
Deus tem compaixão e uma recompensa eterna para os que sofrem.
1 Pedro 5:10 É depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar, e fundamentar.                                                                                             ABANDONAR DEUS PROPOSITAL E COMPLETAMENTE É A ÚNICA MANEIRA DE CONSEGUIR QUE DEUS O ABANDONE                                                                                    1 Samuel 16:14 É tendo-se retirado de Saul o Espírito do senhor,da parte deste um espírito maligno o atormentava.
A única vez que Deus abandona alguém é quando esta pessoa o abandona em primeiro lugar, proposital e continuamente.
EXISTEM COISAS QUE DEVEMOS ABANDONAR PARA QUE TENHAMOS MAIOR COMUNHÃO COM DEUS
Filipenses 3:8-10 Mais do que isso,compreendo que tudo é uma completa perda,quando comparado á superioridade do valor do conhecimento de Cristo Jesus ,meu senhor,por quem decidi perder esses valores,os quais considero como esterco,a fim de ganhar Cristo,e ser encontrado nele,não tendo por minha a justiça que procede  da lei,mas sim a que é outorgada por Deus mediante a fé.para conhecer Cristo,e o poder da sua ressurreição,e a participação nos seus sofrimentos,identíficando-me com ele na sua morte.
Abandonar as coisas que nos separam de Deus é a melhor forma de garantir que não abandonaremos a Deus. Agarrar-nos a distrações pecaminosas colocam em risco nossa caminhada com Deus.                                                                          DEVEMOS, NESTES DIAS TOLERANTES, ABANDONAR CERTAS COISAS?
Jó: 28:28 É e disse ao homem: Eis que o temor de Deus é sabedoria, e o apartar-se do mal é o entendimento. Efésios 4:31 É longe de vós toda a amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda a malícia. 1 Pedro 2:1 É despojando-vos, pois, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e invejas e de toda sorte de maledicências.
O pecado persistente nos leva a abandonar Deus. A virtude persistente nos leva a abandonar o pecado.
PROMESSAS DE DEUS
Hebreus 13:5 Seja a vossa vida desprovidade avareza.Alegrai-vos com tudo o que possuis;porque ele mesmo declarou:por motivo algum te abandonarei,nunca jamais te desampararei.

Marcelo Nascimento

domingo, 15 de maio de 2011

O medo e a ansiedade bloqueiam seu caminho vitorioso

O QUE IMPEDE AS CONQUISTAS

Porque a Vitória está Demorando.

INTRODUÇÃO

O pecado do medo e da ansiedade


O medo, preocupações e ansiedade ainda tem dominado muitos na igreja do Senhor Jesus. Nós vemos pessoas se descabelando e angustiadas com preocupações e ansiedades, vidas em completo desespero, pessoas desanimadas e ainda muita falta de esperança no futuro. É lógico que também existem pessoas vivendo em outra realidade, com a vida sem preocupações, sem medo e até parecem pessoas que não possuem bom senso ou senso de observação da realidade, para se dar conta dos problemas e lutas contra os poderes dos ares. Parecem doidos.
Podemos dizer que realmente quem deixa de ter medo, preocupações e ansiedades deixando de carregar fardos, são loucos.
Quero dizer que no momento que aprendi sobre isso me tornei também um louco, e posso dizer que tenho o carimbo da loucura em mim.
1º aos Coríntios 1.21,25,27 “Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação”.
25- “Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens”.
27- “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes”.

Ninguém pode se gloriar, por isso Deus age no sobrenatural.
A pessoa que eu entreguei o meu fardo, já levou sobre si os fardos de todas as pessoas, Ele não vai se preparar para isso, Ele não vai marcar um horário para realizar a coleta dos fardos, o que Ele tinha que fazer já foi feito, nós é que temos que lhe entregar estes fardos e não nos preocupar mais com eles.

1º Pedro 5.7 “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós”.



CAPÍTULO 1
O medo

Não quero comentar sobre o medo que chamamos de precaução, medo de altura, de passar por cima de uma ponde de madeira velha, de passar a beira de um precipício sem a segurança de um terreno firme. Esse medo natural do ser humano de precaução que é para a sobrevivência do ser, pode ser dominado pelo mover sobrenatural de Deus.
Se Deus me disser que posso passar pela ponte de madeira velha que ela não vai cair, eu passarei, porque pela fé que tenho no que Deus garante, sei que ela não vai cair.
Vamos meditar sobre medo de viver, de lutar, de ser feliz, de dar passos de fé, do medo que impede a ousadia e de ser valente.

Em 2ª carta a Timóteo 1.7 sabemos: “Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor e de moderação”.

O medo é considerado um espírito, e nós que nascemos de novo não recebemos esse espírito. O espírito de temor deixou de dominar ou ter acesso em nossas vidas, foi bloqueado pela proteção de Deus, no momento que recebemos Jesus, mais que imediatamente houve um transportar, saímos do reino das trevas, e fomos transportados para o reino do Filho do seu amor. Se não dermos lugar ao diabo, ele não pode nos alcançar com o medo. Não podemos viver uma vida com medo de darmos passos, medo da vida, medo da violência, se render as incertezas, ter as ações controladas pela falta de confiança.

O medo pode até ser excessivo, causando fobias passivas de tratamento com remédios, psicólogos e trabalho de libertação.
No meio evangélico, podemos considerar este medo ser falta de fé. Originou no momento que a pessoa ficou apreensiva, tomando sobre si mesma toda a ansiedade e o medo de não dar certo. O medo que as pessoas tem de confiar seus desejos, suas vontades e suas necessidades na mão de Deus causam prejuízos enormes para sua vida material, natural e espiritual prejudicando o mover sobrenatural.

Vamos saber mais deste assunto falando de Jó.

Muita gente acusa Deus de ter sido injusto com Jó, dizem que o que Deus fez, na vida de Jó, foi maldade. Se olharmos como esses crentes olham para esta estória, poderíamos até pensarmos assim também. Mas se estudarmos o assunto vemos que Deus foi abençoador o tempo todo.
Sabemos que este é um livro poético, um livro que o poeta usou de seu dom, de sua habilidade de criar e desenvolveu um texto espetacular, mas cheio de criatividade e coisas impossíveis de ter acontecido.
Não foi Deus quem destruiu tudo de Jó.
No livro lemos que o diabo, foi até a presença de Deus, depois de andar pelo mundo e observar os homens. Andar pelo mundo e observar os homens, o diabo poderia porque ele tem legalidade para isso, quando enganou Adão, recebeu dele o domínio que Deus tinha dado a Adão, a Bíblia diz que ele é o rei desse mundo. Deus começou a exibir Jó e esnobar a fidelidade de Jó e o diabo conversou com Deus pessoalmente dizendo que Jó só era fiel por ser possuidor de bênçãos. Coitado do diabo de entrar na presença de Deus, não tem como estar na presença de Deus em reunião, com a presença dos anjos de Deus; anjo caído no mesmo lugar de anjo celestial; ele não consegue nem estar próximo, ele não tem legalidade para estar na presença de Deus.
Um amigo me perguntou: se o diabo não pode ficar na presença de Deus como ele tentou Jesus no deserto? Simples amados, Jesus era o invasor, ele estava no terreno do inimigo, Jesus estava na terra que o diabo é rei, Jesus não estava no céu com Deus e seus anjos, estava no mundo que está sob o domínio de satanás. Jesus não desmentiu o diabo quando ele lhe ofereceu todos os reinos da Terra se Jesus o adorasse. Se o domínio de satanás não fosse legítimo Jesus o teria repreendido.
A bíblia diz que diabo depois de ser expulso de um corpo ele vai para um lugar deserto para descansar. O diabo quando sente o poder de Deus ele é machucado, perde suas forças e fica cansado e tem que ficar um tempo recuperando suas forças para depois retornar com o reforço de mais sete.
Na verdade o escritor chamava a atenção do leitor que, o diabo é nosso acusador, que ele está a todo momento, como diz a Palavra de Deus em outro local, como um leão bramando ao nosso derredor e hoje ele acusa a nós mesmos que somos a morada de Deus e somos templo do Espírito Santo. Tentando nos confundir com acusações falsas, antigas, como se Deus não tivesse dito, “dos seus pecados não me lembro mais”, e como Jesus não tivesse se tornado pecado por nós, para que fossemos feitos justiça de Deus. II Coríntios 5.21

Pareceu que Jó era um homem perfeito, mas não era. Na minha bíblia tem um mandamento simples e poderoso que não lhe é dado o devido valor: “não deis lugar ao diabo”. Se foi nos pedido para não dermos lugar a ele é porque ele não tem lugar em nossas vidas para ele. O diabo não pode nos tocar a seu bel prazer, ele tem que achar brecha para isso, e todo o tempo ele fica nos observando, fica nos tentando, dando sugestões nos pensamentos que pode influenciar nossas ações.
Mas nossas mentes estão cativas a Palavra de Deus e o diabo não tem acesso no nosso viver. Amém.
O inimigo quer nos vencer dando sugestões em nossas mentes, porque no corpo do crente forte, que não dá lugar, ele não pode tocar, muito menos possuir.
Assim como fez com Eva, sugerindo que desobedecesse a Deus, o diabo, prova á fé, a fidelidade, o amor e a honestidade dos crentes, faz de tudo para o cristão cair, colocando tentações e sugerindo a prática do mal. O crente recebe sugestões de satanás na mente, a carne tem suas fraquezas, vontades e desejos; o espírito renovado dentro do homem sugere santidade, adoração, respeito a Deus e busca de poder de Deus; portanto condena a prática do pecado, a alma tem suas vontades, por meio dos sentidos e emoções, tudo isso quando se choca, ativa uma batalha na mente, mas a alma vai se inclinar para o lado que estiver mais em evidência; o lado espiritual, onde Deus age, ou o lado da carne, que não é mais escrava do pecado; mas se não for controlada, acaba pecando. Do resultado dessas batalhas, é que determinam as nossas ações, ações de santidade ou de pecado.
Podemos vencer esta batalha, só precisamos renovar nossas mentes e deixarmos sempre que o Espirito Santo conduza nossas vidas, praticando o que o Apostolo Paulo ensinou pela carta aos Filipenses no capítulo 4 e verso 8:
Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”.


Jó deu lugar ao diabo, ele mesmo nos informou isso quando disse: “Porque o que eu temia me veio; e o que receava me aconteceu”.
Jó 3.25


Jó estava em constante medo de perder suas riquezas, ter problemas com a família, com seus negócios e de ficar doente. Jó não depositou total confiança em Deus para cuidar de suas coisas, não tinha fé suficiente para se tranquilizar e descansar em Deus. Jó não colocou Deus como sua fortaleza, seu escudo e socorro bem presente, como Davi o considerava. A fé é a melhor forma de agradar a Deus, não adianta orarmos se não tivermos fé, será em vão, tão pouco louvar a Deus se não for em espírito e em verdade, com fé em Deus, porque sem fé é impossível agradar a Deus.
O medo se instala onde a fé não preenche, onde há espaço para dúvidas e ansiedades, onde a confiança no Deus que cuida é parcial.
O medo é o contrário de Fé. A fé que é a certeza e a convicção e não pode ser abalada quando ela é autentica.
A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus, e quando nós a ouvimos passamos a conhecer a Deus e sabemos que nele podemos confiar; mas Jó não conhecia Deus muito bem, foi ele mesmo quem disse: “Quem é aquele, dizes tu, que sem conhecimento encobre conselho? Por isso falei do que não entendia; cousas que para mim eram maravilhosíssimas, e que eu não compreendia. Jó 42.3

Hoje temos que conhecer a Palavra de Deus por completo, que é luz para nosso caminho. Viver uma vida de busca da sabedoria de Deus e conhecimento da Palavra para podermos combater quando o inimigo nos atacar com medos e ansiedades. Jesus quando foi tentado no deserto Ele combateu usando a Palavra, sempre respondendo: “Está escrito...”.

Deus, desde o começo, abençoou Jó, quando seu sofrimento começou Jó era rico, perdeu tudo, mas Deus não deixou que sua vida fosse tirada, o diabo não podia tocar em sua vida, o sofrimento de Jó durou; segundo os historiadores, aproximadamente 09 meses; por outro lado ele viveu mais 140 anos na prosperidade de Deus e ainda manteve sua esposa, que duvidou da providência de Deus, viva, para que pudesse ver Jó recuperando sua saúde e recebendo o dobro de tudo que possuía antes. Jó obteve sua vitória quando se arrependeu e passou a buscar conhecimento da Palavra do Deus Forte, Deus da provisão.
Jó 42.4-6 “Escuta-me, pois, e eu falarei, eu te perguntarei, e tu ensina-me.
5- com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos.
6- Por isso me abomino e me arrependo no pó e na cinza”.


Das estórias que conhecemos dos grandes homens da bíblia, sempre foram destacados os atos de coragem: Abraão quando deixou sua parentela; quando separou de seu sobrinho e deixou que ele escolhesse suas terras primeiro; Josué com seus 300 homens para lutar contra milhares; Elias sozinho contra todos os profetas pagãos; Davi contra o leão e contra Golias; Pedro quando andou sobre as águas; Jesus diante da cruz; Paulo voltando a entrar na cidade depois de ser apedrejado; Lutero diante da Igreja de Roma e muitos outros atos de coragem que foi registrado na bíblia, e os que também não foram registrados mas que conhecemos, episódios que aconteceram antes e depois do nascimento de Jesus, e grandes ousadias do povo de Deus que está acontecendo em nossos dias.
Estes atos de coragem foram exercidos completamente alicerçado na fé, na confiança que Deus os protegeria e os abençoaria, portanto, todos tiveram ou vão ter sua recompensa, o galardão merecido.

A fé remove montanhas, mas temos que dizer para elas para que saiam de onde estão. Jesus disse em Marcos “Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a esta monte[situação]: ergue-te e lança-te no mar; e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito”.


com o coração se crê, com a boca se confessa”

Está bem claro que nós temos que declarar para que aconteça algo. No evangelho segundo Marcos 11.23 lemos temos que temos dizer as montanhas que se lancem no mar, declarar com fé, crer que irá acontecer, sem medo de dar errado. No versículo citado lemos por três vezes o verbo “dizer”, frisando bem temos que ordenar que as montanhas de problemas saiam, basta darmos ordem e os problemas tem que sair ou ser lançados no mar. Uma pessoa com medo não dá ordem, ela timidamente pede ou até implora, por isso que não podemos ser tímidos(falta de coragem), não pode nos faltar coragem porque com certeza a vitória já é nossa, é só crer e declarar que irá acontecer.


A timidez é um problema na vida do crente, muitas pessoas vivem aquém do que Deus conquistou para elas, por não ter coragem de determinar que o diabo pegue tudo que é dele e saia da sua vida, da vida da sua família e dos seus filhos. Qualquer montanha tem que ser encarada com coragem, sem medo. Porque se existe medo, falta fé, mas uma fé verdadeira ativa o poder que veio por meio da autoridade delegada por Cristo quando disse: “todo o poder me foi dado na terra e no céu, portanto ide...” e quando disse: “ eu lhes dou poder para pisar serpente e escorpiões...”
A autoridade em Cristo que recebemos por herança.


Somos mais que vencedores em Cristo Jesus, quando lemos essa declaração, sabemos que não existe nela nem um vestígio de medo. Porque existe a garantia do nome de Jesus, o nome que está acima de todos os nomes e que não falha. Se o nome de Jesus pudesse falhar, Jesus teria morrido em vão, porque a vitória não teria sido plena, Ele teria sofrido com humilhações e dores sem necessidade.
Mas quando ressuscitou, apresentou ao Pai seu sangue derramado como de um cordeiro, que perdoou o pecado do mundo e obteve a vitória sobre o diabo, o inferno e contra a morte. Sua vitória nos garante que os montes se lancem no mar quando dissermos para eles, com fé, se lançarem, em nome de Jesus.
O medo não pode mais nos dominar, porque Cristo já nos domina, somos exclusivos dEle, o preço que Ele pagou para cuidar de nós já foi pago e não foi parcelado e sim de uma vez e para sempre. Ele cuida de nós com amor, dedicação e com zelo para que a sua família, que fazemos parte, não seja uma família desestruturada, uma família sem o cabeça, sem carinho e sem segurança.

Estamos seguros por isso não precisamos ter medo, “podemos ir a casa da vovosinha e caçar borboleta pela floresta”.
Ouvi esta bela frase do Pastor Manasses Guerra, do ministério Verbo da Vida, e professor do RHEMA Brasil, que figura e ilustra muito bem a segurança que temos em Jesus.

CAPÍTULO 2
A Ansiedade
A Ansiedade é definida no dicionário de Sérgio Ximenes como: Penoso sentimento de insegurança gerado por perigo indefinido.
Ansiar: causar ânsia a; angustiar.

Penoso sentimento...; que absurdo termos ansiedade na igreja de Cristo, entre o povo de Deus.
Tenho conhecimento que vários crentes, e não são poucos, que sofrem de ansiedade, tomam remédios e fazem tratamento para se curar dessa derrota.
Buscam na medicina uma cura para sua falta de segurança que foi gerada por falta de fé, e o mais triste, é que não é por falta de fé na vida e sim em Deus que é a favor delas.
Quantas pessoas usam remédios controlados para conseguirem se interagir na sociedade. Existem muitos crentes nessa condição, com uma vida difícil, porque apenas aceitam o fato de estarem doentes, não lutam contra os males, não buscam nem a cura por acharem que é a vontade de Deus e que Deus está tratando com elas ou Deus que está provando sua fé. Deus, como sabemos, não prova nossa fé, (Tiago 1:13-) ou nos trata mal por coisa alguma, Deus é uniciente e onipresente e onipotente, Ele já sabe o resultado e Ele já nos conhece no íntimo do coração e sua Palavra consegue separar juntas e medulas, ele sabe do que somos capazes, Ele já sabe nossas fraquezas, Ele não faz acepção de pessoas, todos que usarem o nome de Jesus, será atendido. O nosso inimigo é que não sabe do que somos capazes; temos que mostrar para ele que somos mais que vencedores em todas as coisas e temos autoridade sobre suas doenças e suas mentiras. Não podemos ficar estacionados esperando algo acontecer, não podemos deixar o inimigo fazer o que quiser conosco, como se nossa vida não fosse dominada pela segurança e pela graça do poderoso Deus.
A simplicidade da Palavra de Deus nos surpreende, por ser tão simples, que os crentes tem dificuldade de compreensão. Aprendemos nos primeiros dias de crentes ou ainda antes de ser, que, Jesus Salva , Cura, Batiza e Liberta.
E a verdade voz libertará. Quem nunca ainda ouviu esta afirmação?
Muitos crentes não consegue entender o poder por traz destas verdades tão simples.
Somos filhos de um Deus que nos fortalece e cuida de nós.

Lucas 12.22,23
E disse aos discípulos: portanto vos digo: Não estejais apreensivos por vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestires”
23- Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que o vestido”.


Ansiedade como doença

Podemos ir por duas vertentes para tratar do assunto sobre a ansiedade: a primeira trataremos a ansiedade como doença, e depois como uma emoção, um sentimento que originou-se da falta de fé, trazendo medo e angústia.


Para se tratar uma doença temos que fazer um tratamento, providenciar prescrição do médico seguir as orientações e tomar os remédios na hora certa e durante o tempo que for necessário.
É muito fácil, mas se Deus lhe desse autoridade para ordenar a doença que desapareça, saia ou seque para nunca mais voltar, não seria melhor? Pois bem, Ele já fez isso.
Um filho de Deus vive a plenitude do reino e, mais que ser curados, podemos ter saúde.
Mais importante do que sermos curados é termos saúde, o plano de Deus é esse, sempre andarmos com saúde, porque Jesus levou sobre si todas as nossas enfermidades, nossas dores e todas as doenças que carregávamos com a velha natureza. Não temos mais essa velha natureza, e se somos nascidos de novo, as enfermidades não tem direito ou legalidade alguma de estar em um corpo de alguém que nasceu de novo.

Isaías 53: 4-5 “Verdadeiramente Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.[pensava-se que Ele estava sendo castigado por Deus pelo seus próprios pecados; a verdade porem é esta: Ele foi ferido por causa dos nossos pecados e teve o corpo maltratado por causa de nossas desobediência.]
5- Mas Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades: o castigo que nos trás a paz estava sobre Ele, e pela suas pisaduras fomos sarados[curados].

Pelas suas pisaduras fomos sarados” então já estamos curados, não seremos curados no futuro e sim, fomos curados, no tempo passado. Por quem fomos sarados? Por Jesus, a cura é um dos troféus conquistados por Cristo na ressurreição. Isso já me pertence!
Os versículos citados acima foram escritos muito antes do calvário de Cristo, uma citação da vinda de Cristo, trata-se de uma profecia voltada para o futuro. Isaías proclamou a morte e a ressurreição de Jesus, Isaías sabia que não era para o tempo dele, mas que ia acontecer. Glória à Deus, aconteceu.
Note que Pedro disse a mesma coisa, relembrando a cruz. Já havia acontecido o calvário, era um fato ocorrido:

1 Pedro 2.24 “Levando Ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados”.

Existe uma condição para sermos contemplados ou alcançados por esta bênção ou qualquer outra: estarmos mortos para os pecados. Muito simples para os que nasceram de novo obtendo a natureza de Deus, que vem pela herança em Cristo; vive na renovação da mente e na justificação de Cristo.
Depois de mortos para os pecados e vivos para a justiça, a única medida que devemos adotar é crer na Palavra de Deus e tomar posse da cura que Jesus já obteve com a vitória na cruz. Temos que tomar posse de todas as bênçãos espirituais, para estarmos na plenitude de Deus e na totalidade da herança em Cristo.

Muitas pessoas acham que Deus criou o mal e satanás; mas eu te digo que quem Deus criou, foi Lúcifer. Este nome significa anjo de luz, um anjo que era importante para o reino de Deus, mas o próprio Lúcifer criou satanás, com sua atitude errada contra Deus que motivou sua queda sendo expulso da presença de Deus.
No céu não tem doenças, em Deus não herdamos doenças, Deus não criou doenças, pois Deus só faz coisas perfeitas, Jesus não trouxe alguma doença que Ele tinha levado na cruz para nós. Então de onde vêm ás doenças? Vem do rei desse mundo, vem da natureza má e destruidora de satanás. Herdamos essas doenças, pois estivemos no mundo, no reino das trevas, mas fomos transportados desse reino para o reino do filho de Deus. Portanto mal nenhum pode nos atingir agora que somos novas criaturas e não damos lugar ao diabo, porque nós temos toda a autoridade sobre o diabo e suas doenças. O escritor, direcionado pelo Espírito, disse: “não dê lugar ao diabo”. Nãomotivo, para que suas conquistas sejam tiradas de você.
O nome de Jesus tem poder e domínio sobre qualquer que seja a causa, também sobre todas as doenças da mente, passiva de tratamento psiquiátrico ou psicológico. Podemos contar com Cristo para tratamentos de traumas de infância. Podemos renovar nossa mente de forma que ao nascer de novo, tudo se apaga, tudo é esquecido. A alegria vinda de dentro para fora, sobressai as más lembranças, e tudo se faz novo, mesmo que leve um pouco de tempo para alguns casos.
2º aos Coríntios 5.17. “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”.


A saúde é parte de todas as bênçãos espirituais com as quais já fomos abençoados em Cristo!
Não precisamos ficar implorando por uma coisa que já nos pertence, chorando e pedindo a Deus algo que Ele já nos deu. Como vamos pedir a Deus que nos cure, se Ele mesmo nos vê sem doenças?
É só darmos uma ordem em nome de Jesus e as doenças tem que sair, as enfermidades, são curadas, as dores tem acabar, a ansiedade e o medo, porque existe um domínio sobre as enfermidades, uma força maior, uma autoridade delegada a nós que nos permite eliminar, extinguir e banir de vez, todos os tipos de doenças.
Quem vive pela fé desconsidera o natural.

Você espera encontrar o Governador do seu Estado prendendo ladrões, trocando tiros com bandidos, com assobio na boca tentando controlar o trânsito ou multando infratores? Se você espera, sinto muito em te desapontar, mas isto não vai acontecer. O Governador assumiu sua cadeira e delegou isto para outras pessoas fazerem.
Em uma árvore encontramos os frutos nos galhos, nos ramos e não no tronco. Somos os ramos, estamos ligados no tronco e temos que produzir frutos, porque a virtude que corre no tronco é a mesma que corre nos ramos que somos nós, o Espírito Santo é nosso ajudador.
Portanto todos temos um ministério no reino de Deus; nós, é que temos que continuar as obras de Jesus, com a autoridade que já nos foi repassada. Portanto ide.


A ansiedade como Sentimento

“Sentimento de insegurança gerado por perigo não definido”.
Dizemos que somos filhos de Deus, que somos novas criaturas, que o diabo está debaixo dos nossos pés, que somos de Jesus e que o Senhor é nosso Pastor e nada nos faltará, é assim que temos que declarar. Mas se sabemos tudo isso, porque tem pessoas que acham que a Palavra de Deus é mentirosa? Tem pessoas que não acreditam nas promessas de Deus, não aceitam a vitória de Cristo na cruz, permanecendo na insegurança, insatisfeita pela redenção e liberdade que há na vida em Cristo.
Para ser um cristão bem sucedido, temos que saber quem somos em Cristo e sempre confessar dizendo: tudo que a Bíblia diz que eu sou, eu sou; tudo que a Bíblia diz que eu posso, eu posso e tudo que a Bíblia diz que eu tenho, eu tenho. Descubra na Palavra o que você é nEle, em Cristo, em quem e o que temos nEle e viva a realidade que é nossa agora, Jesus conquistou e recebemos a herança.
Crer é pensar de acordo com a Palavra de Deus, confessar, afirmar, testemunhar o que a Bíblia diz é o que conta, vencemos assim.

Não corremos perigo, é o Deus todo poderoso que nos garante, os sentimentos de insegurança são mentirosos e desnecessários.

1 João 4.4 “Filhinhos, sois de Deus e já tendes vencido, porque maior é o que está em vós do que está no mundo”.

Veja o que está escrito no livro de Isaías 41.10 “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te esforso e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”.

Em Romanos 8.31 lemos: “que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós quem será contra nós?”.

Na Palavra de Deus lemos 366 vezes “não temas”. Se Deus que não pode mentir, disse para não temermos, porque temer? Que perigo pode ser maior que Deus, que é a nosso favor? Nenhum!

Jesus disse a Jairo, quando ele soube que sua filha havia morrido: Não temas, crê somente.

O Senhor garante o nosso bem, no texto citado de Isaías 41,10, Ele diz “eu sou contigo”.
Não é possível crer verdadeiramente e ainda estar inseguro, se Deus está em você e ainda temer. Se está inseguro e teme, é porque duvida de Deus.
Quando há pessoas se sentindo fraca, Deus diz: “Eu te fortalecerei”,
Quando há pessoas se sentindo desamparadas, Deus diz: “Eu te ampararei”
Há pessoas que está se esforçando para ser fiel e prosseguir na caminhada, e Deus diz a elas: “Eu te sustentarei”.

Não temas, eu sou contigo”. A nossa confissão é esta: Deus está comigo.

Se é maior o que está em vós do que o que está no mundo”,
I Jo 4.4b,
podemos dizer sem medo: Deus está em min agora.

Já ouvimos muitas vezes que Deus é o Deus do impossível. O possível nós mesmos fazemos, mas quando as nossas forças parecem ser insuficientes, o nosso Deus nos renova e nos garante a vitória.
Lucas 1.37 “Porque para Deus nada é impossível”.


Pastor Vagner Vieira